Defesa de Mestrado – Bruna Mazzotti

A defesa de mestrado de Bruna Mazzotti, membra do NuPAA, acontece no dia 30 de novembro (quarta-feira), às 14h (Brasília) e 13h (Manaus), em vídeo-conferência do Zoom. O link para a sala on-line será disponibilizado na data da defesa, através do Instagram @mazzotti_bruna

TÍTULO: Estratégias para conjugar performance e sonho

RESUMO DO TRABALHO: A intenção da pesquisa é investigar o flanar possível e recíproco entre sonho e arte, bem como as imagens decorrentes dessa reciprocidade, para refletir sobre a minha prática artística aliada ao discurso das conjunções (TUNGA, 2012a), a dinâmica erótica (HAN, 2017) e o paradigma da Pesquisa Performativa, também conhecida como Performance como Pesquisa e Prática como Pesquisa. Em primeiro momento, realizei trabalhos de performance dos quais foram guiados por sugestivas de imagens dadas por sonhos que tive ao dormir. Nesse sentido, houve uma sequência de ações, que deram forma ao trabalho: sonhar, relatar, programar performances e realizar performances. Assim, o sonho agiu como marco zero e a performance enquanto uma linha de chegada em potencial. No entanto, também desejei contrapor o tradicional aproveitamento dos sonhos como ignição poética para trabalhos em arte da performance, ao aspirar: performances dentro de sonhos, programas de performances para sonhos lúcidos, performar dormindo-sonhando, e, por fim, performances enquanto guias para meus sonhos. Não se trata, portanto, de uma coisa – performance – em função da outra – sonho –, mas de uma coisa com a outra. Para tal, domínios de variados campos do conhecimento contribuem ativamente para as construções das narrativas e visualidades apresentadas nesta pesquisa. Assim, este dissertar é um fazer de relações fundamentalmente com artistas – dos quais posso ressaltar João Garcia Miguel, Luciano Vinhosa Simão e Maria Luiza Saddi – psiquiatras, neurocientistas e psicólogos – tendo destaque para Carl Gustav Jung, Sidarta Ribeiro, Fabiane M. Borges – líderes indígenas – Kaká Werá Jecupé, Ailton Krenak – filósofos – Gaston Bachelard, Byung Chul-Han – e teóricos da arte – Diana Taylor, Jonathan Crary.

Palavras-chave: Sonho. Relato de sonho. Programa performativo. Performance (Arte).


A pesquisa foi desenvolvida entre 2020 e 2022, na linha de pesquisa Poéticas Interdisciplinares, do Programa de Pós-graduação em Artes Visuais, Escola de Belas Artes, Universidade Federal do Rio de Janeiro (PI/PPGAV/EBA/UFRJ); financiada por 8 meses através da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e desenvolvida junto ao Núcleo de Práticas Artísticas Autobiográficas, Faculdade de Artes Visuais, Universidade Federal de Goiás (NuPAA/FAV/UFG/CNPq).

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s