NuPAA na #Anpap2020

Pesquisadoras/es do NuPAA estiveram presentes no 29º Encontro Nacional da Anpap – DISPERSÕES, que aconteceu on-line de 28 de setembro a 2 de outubro de 2020. Confiram:


Bruna Mazzotti: https://youtu.be/njOk7LhE8QE
Artigo: TOMO IV: entre os vértices do percurso

Este estudo apresenta a fotoperformance “AURA” (agosto/2019), meu último feito na cidade de Manaus; e a performance “333” (setembro/2019), o primeiro feito na cidade do Rio de Janeiro. Para cada um desse trabalhos é retirada uma carta de Tarô do baralho Waite-Smith que, por meio da projeção à simbologia arquetípica (JUNG, 2013; 2015) somada ao discurso das conjunções (TUNGA, 2012; PEIXOTO, 2017), desvelam sentidos. Assim, por meio desse recorte cartográfico, sou sujeita a dispersar e constituir em outrem.


Ingrid Moreira: https://youtu.be/2UA_eFrnOKY
Artigo: ATÎAÎA: visões sobre o meio ambiente através da arte, do pensamento decolonial e dos movimentos ecofeministas

Nosso distanciamento do meio ambiente, que coloca o ser humano e a natureza como elementos opostos, são influenciados diretamente pelo pensamento antropocêntrico europeu que, além de negar e apagar outras culturas ao longo dos processos históricos de colonização, criou e afirmou uma única narrativa sobre a natureza. Nesta pesquisa que se encontra em andamento, proponho realizar uma série de ações artísticas autobiogeográficas de cunho socialmente engajado a partir de percepções do meio ambiente de cinco mulheres moradoras do bairro Vila Itatiaia. As bases teóricas e práticas da pesquisa de mestrado incluem movimentos artísticos, ecofeministas e o método de história oral. A prática artística será utilizada para acessar as narrativas de vida que ligam a vida dessas mulheres com meio ambiente, de maneira participativa e de acordo com os interesses das envolvidas.


Lucélia Maciel de Souza: https://youtu.be/pMmlPg8ZNhY
Resumo Expandido: Memórias de uma lamparina: Poéticas de libertação

Nesta pesquisa em arte busco acessar memórias de infância, de meu convívio familiar e comunitário onde o machismo e o racismo sempre estiveram presentes. Uso metaforicamente o objeto lamparina para iluminar tais lembranças, procurando ressignificá-las à medida que produzo meu trabalho artístico. Neste texto, por meio de uma abordagem autobiogeográfica, analiso três de meus trabalhos, parto de minhas vivências, conecto-me às experiências de outras mulheres e à memória coletiva para elaborar poéticas de libertação. Trago a lamparina não como um ponto de luz, mas como farol que ilumina lugares específicos par os quais quero olhar com mais atenção autobiográfica, crítica e artística. Assim, compreendo minha prática artística como lugar de enunciação de outras histórias possíveis e de confronto às opressões que vivi e ainda vivencio.


Manoela dos Anjos Afonso Rodrigues e Manuela Thayse Costa Silva: https://youtu.be/LW0_v415DeE
Artigo: Sonho de Quarentena: processos de criação em rede em tempos de dispersão e pandemia

Neste artigo, apresentamos a ação Sonho de Quarentena, elaborada no início de abril de 2020 para integrar a Rede Interinstitucional de Ações Coletivas de Universidades do Brasil e América Latina – RIA 40tena. A ação consistiu na criação de um espaço virtual na rede social Instagram para funcionar como um sonhário coletivo. Divulgamos a proposta amplamente na Internet como um convite às pessoas – artistas ou não – para que enviassem, até o final de junho, narrativas visuais e textuais articuladas a partir de sonhos tidos no período inicial da pandemia de COVID-19. Empregamos a autobiogeografia e a autoetnografia colaborativa como abordagens metodológicas. Ao final da ação, observamos que a partilha on-line de narrativas oníricas individuais estabeleceu um importante ponto de convergência para processos de criação em tempos de dispersão, ampliando nossas possibilidades de pesquisa e dando origem a uma coletividade interessada nas relações entre arte, sonho e o inconsciente.


Nutyelly Cena Oliveira: https://youtu.be/nY_aprlICaY
Conferência de Encerramento: Pode a (cura)doria Transgredir?

 

Participaram, também, como ouvintes inscrites: Felipe Santos de Souza, Jeise Kelli Carneiro Procópio, Letícia Nascente e Mariana Siqueira Caldas. Já vamos nos preparando para as edições da Anpap 2021/2022 em João Pessoa e Recife!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s